OS BENEFÍCIOS DOS PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS NO PROCESSO DE EMAGRECIMENTO ALIADO AOS EXERCÍCIOS FÍSICOS.

O cuidado com a beleza não pode ser associado somente com a vaidade. A saúde também é beneficiada por tratamentos estéticos. Realizados em clínicas de medicina e estéticas, tratamentos aliviam a tensão do dia a dia, fortalecem o sistema imunológico e elevam a auto estima da pessoa. Não é um luxo apenas.

A imagem corporal é a maneira pela qual o corpo se apresenta para si próprio. O hábito de fazer dietas e de consumir produtos dietéticos são umas das preocupações mais marcantes das mulheres, embora demonstre uma preocupação excessiva com a quantidade de gordura no corpo, elas evitam comidas que engordam e expressão o desejo de serem cada vez mais magra.

Apesar de existirem diferenças individuais significativas relacionadas aos mecanismos de consumo e gasto de energia, o equilíbrio energético vem sendo o determinante principal quanto a modificações associadas ao controle de peso corporal, o que torna as dietas e a prá- tica de atividades físicas importantes mecanismos de controle

A quantidade de “calorias” que não for queimada, produzindo trabalho biológico, é armazenada na forma de gordura. Então, é importante que se mantenha um nível de atividade física correspondente ao consumo energético, ou vice-versa, para que haja uma manutenção do peso corporal.

Não existem formulas milagrosas para o emagrecimento ou para o ganho de peso corporal. Embora exista uma influência genética forte na constituição da composição corporal, o peso corporal recomendável acaba resultando da combinação de uma dieta saudável e de um estilo de vida fisicamente ativo.

(Aliando os benefícios estéticos e cuidando da alimentação junto com o exercício físico, teremos uma forma física boa).

Lucimara dos Santos- Massoterapeuta e Esteticista do Centro e Saúde e Estética Elegance.

Vamos falar de Chás!!!

Os chás são bebidas com inúmeros benefícios para saúde humana e auxiliam em uma série de processos no organismo. Os benefícios variam conforme as ervas, especiarias, raízes ou cascas usadas, e podem ajudar atuando como anti-inflamatórios, termogênicos, diuréticos e até calmantes.
O ideal é não misturar mais de 3 ervas para que uma não altere os benefícios e o mecanismo de ação das outras.
Quando aliado a uma alimentação adequada e hábitos de vida saudáveis podem contribuir consideravelmente para redução do peso corpóreo.

Para o emagrecimento é indicado o uso de ervas com poder termogênico, que estimulam a queima de gordura e calorias. O chá de hibisco é uma ótima opção, assim como o chás branco, verde e vermelho (Todos da planta Camellia sinensis).

Para aumentar o poder termogênico do hibisco, suas folhas podem ser fervidas com ramas de canela.

A quantidade máxima diária recomendada é 1 litro de chá, fracionados em porções de 200ml, para não correr o risco de reduzir a pressão sanguínea. Podem ser armazenados em garrafas térmicas após o preparo ou se preferir armazenar na geladeira o recipiente deve ser de vidro ou cerãmica.O chá não deve ser reaquecido, pois aumentam as chances de perder as propriedades de seus fitoquímicos.

Ele pode durar até 24 horas, porém o ideal é consumi-lo em 12 horas para aproveitar todas as propriedades terapêuticas que possue.

No preparo do seu chá, prefira ervas secas ou frescas. Desligue a água um pouco antes de iniciar a fervura e coloque as ervas na água quente. Deixe-o abafado por 5 minutos e depois armazene-o. Se o chá for preparado com folhas com caule, raízes, como é o caso do gengibre, ou cascas, o ideal é colocá-los em água fria e ferver por 10 minutos, desligar e depois mantê-los abafados por mais 5 minutos antes de beber.

Para 500 ml de água utilize 2 colheres de ervas ou mix de ervas.

Lembrando que o ideal é não adicionar nenhum tipo de açúcar para não diminuir a ação dos fitoquímicos que os chás possuem e que são responsáveis pelas suas ações benéficas, assim como também não é recomendado o uso de adoçantes artificiais e principalmente o leite, pois o cálcio pode anular os efeitos do chás.

Outra observação importante é que alguns chás estimulantes não são indicados para pessoas hipertensas ou que se medicam com psicotrópicos, como é o caso do hibisco, chá verde, preto, entre outros e também não é ideal administrá-los após as 18:00 horas para não afetar os mecanismos do processo de sono.

DRA SAMANTA CANTO- NUTRICIONISTA GRADUADA PELA UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA UNISUL.